sexta-feira, 18 de dezembro de 2015

Grande Prémio da Palhaça com balanço positivo

Cerca de quatro centenas de atletas cruzaram a meta do XIV Grande Prémio em Atletismo, disputado pelas ruas da Palhaça, na manhã deste domingo. António Rocha (Gira Sol) e Carla Martinho (ADERCUS) foram os mais rápidos, nas categorias principais. Num evento marcado pela presença assídua de atletas bairradinos em todos os pódios dos escalões de formação.

Atletas de vários pontos do país marcaram presença na 14ª edição deste e
vento, organizado pela ADREP, que voltou a ser uma referência entre as principais competições organizadas no distrito de Aveiro.
Não obstante a diversidade de oferta, das tradicionais São Silvestres a outras importantes corridas, organizadas um pouco por todo o país, nesta altura do ano, o Grande Prémio da Palhaça voltou a garantir um invejável leque de participantes.
O mais emotivo dos embates aconteceu na corrida de seniores masculinos, com um cerrado despique, que só viria a ser decidido na ponta final dos 8100 metros de prova. António Rocha, atleta vouzelense que representa o Gira Sol, acabou por ser o mais forte livrando-se já nos instantes finais do seu conterrâneo, Ricardo Pereira (Jardim da Serra), e do aveirense Pedro Cruz (J. Cruz Irmãos). Segundo e terceiro classificados. Colectivamente, venceu o JOBRA.
No sector feminino, Carla Martinho, atleta da ADERCUS, garantiu um confortável triunfo, com mais de um minuto e meio de vantagem relativamente à segunda classificada, Solange Jesus (Sporting). Mónica Simões, reforço da ADREP para a nova temporada, fechou o pódio em 3º lugar, a mais de quatro minutos da vencedora. Destaque neste particular para a equipa da Palhaça, que viria a vitória colectiva neste escalão, pela primeira vez no passado recente deste evento.
Ainda no que ao Grande Prémio diz respeito, realce para o bom nível participativo dos clubes aveirenses nos escalões de formação. Mas também de alguns clubes, dos distritos de Coimbra e até da Guarda.

I ADREP SPRINT

A grande novidade deste evento foi a introdução de uma corrida de velocidade, no programa de um tradicional grande prémio em estrada. Uma medida “ambiciosa”, de acordo com a organização, mas que viria a ser considerada por muitos como um sucesso.
O “I ADREP Sprint” foi disputado sob a distância de 300 metros, e acabou por atrair os principais velocistas do distrito de Aveiro.
No sector masculino, Muller Santos (Campismo SJ Madeira), veio de Lisboa para garantir de forma apertada o lugar mais alto do pódio, à frente de Rodrigo Capeloa (GRECAS), ambos com 36 segundos. De bronze ficou João Marques (JOBRA), com o mesmo tempo.
Já entre femininos, domínio para a equipa da casa que confirmou o favoritismo, com um claro triunfo de Márcia Cardoso (ADREP), em 40 segundos. À frente de Océane Conceição (ADREP) e Francisca Martins (GRECAS), em 42 e 43 segundos, respectivamente.

Pódios escalões de formação:
Infantis femininos:  1º, Mariana Ferreira (ADREP); 2º, Alexandra Saramago (CR Estarreja); 3º, Gabriela Martins (ADREP). Colectivamente: ADREP.
Infantis masculinos:  1º, Fábio Simões (ADERCUS); 2º, Jorge Santos (Run3); 3º, Jorge Sá (JOBRA). Colectivamente: JOBRA.
Iniciados femininos: 1º, Luísa Pereira (ADREP); 2º, Tatiana Abreu (CR Estarreja); 3º, Joana Silva (GRECAS). Colectivamente: GRECAS.
Iniciados masculinos: 1º, André Sousa (NAC); 2º, Bruno Oliveira (CR Estarreja); 3º, Filipe Abreu (GRECAS). Colectivamente: GRECAS.
Juvenis femininos: 1º, Beatriz Rodrigues (ADERCUS); 2º, Matilde Rodrigues (CA Seia); 3º, Inês Pinho (ACR Vale Cambra). Colectivamente: ADERCUS.
Juvenis masculinos: 1º, Pedro Nadais (Guilhovai); 2º, João Mouro (GRECAS); 3º, Nuno Sousa (ADREP). Colectivamente: GRECAS.
Juniores femininos: 1º, Catarina Rodrigues (ADERCUS); 2º, Carla Reis (ADREP).
Juniores masculinos: 1º, Daniel Moreira (Benfica); 2º, João Almeida (Sporting); 3º, Miguel Neves (GRECAS)
Benjamins A femininos: 1º, Miriam Silva (GD Gafanha); 2º, Gabriela Duarte (ADREP); 3º, Letícia Bernarda (ADREP).
Benjamins A masculinos: 1º, Jamal Baker (GRECAS); 2º, João Rodrigues (Villa Cesari); 3º, Duarte Nunes (Galitos).
Benjamins B femininos: 1º, Mariana Paiva (CR Estarreja); 2º, Inês Lopes (Villa Cesari); 3º, Beatriz Almeida (GRECAS). Colectivamente: Villa Cesari.
Benjamins B masculinos: 1º, Filipe Teixeira (SST SJ Madeira); 2º, Gonçalo Paiva (CR Estarreja); 3º, Jorge Reis (Vila Cesari). Colectivamente: Villa Cesari.

Vencedores Veteranos: 
Escalão 1, Artur Rodrigues (Guilhovai); Escalão 2, António Fernandes (ACR Vale Cambra); Escalão 3, Tozé Velha (3 Santos Populares); Escalão 4, Pedro Terra (Campismo SJM); Escalão 5, Casimiro Galhardo (Bairro Carcavelos); Escalão feminino, Fátima Pinho (GRECAS).

quinta-feira, 29 de outubro de 2015

ADREP entra com o pé direito na nova época

A 16ª Edição da Corrida do Castelo, realizada em Santa Maria da Feira no passado domingo, marcou a rentrée desportiva da equipa de Atletismo da Adrep para a época 2015/2016, competição na qual a equipa da Palhaça subiu ao pódio em três ocasiões, por intermédio de Mariana Ferreira, Max Taranov e João Pedro.

A primeira prova, destinada a infantis de ambos os géneros, foi a mais frutífera para a equipa Palhacense com Mariana Ferreira a vencer destacada e de forma exemplar a competição feminina, dando continuidade aos bons resultados alcançados no final da época transata, com Filipa Soares a alcançar a 18ª posição. No setor masculino, Max Taranov também alcançou um lugar no pódio, ao conquistar de forma excelente a terceira posição, enquanto que André Fonte conquistou um agradável 8º posto.

No escalão de iniciados, João Pedro foi brilhante 2º classificado, lutando até ao último metro pela vitória na prova, a qual lhe viria a escapar por 1 escasso segundo. Pouco depois chegariam os estreantes Vasco Lourenço e Tiago Campanhe, 15º e 16º respetivamente. Em iniciados femininos, Luísa Pereira ocupou a terceira posição durante praticamente toda a extensão da corrida, sendo ingloriamente ultrapassada nos últimos 10 metros, terminando no 4º posto, com Mariana Duarte e Adriana Caldeira a serem 8ª e 11ª, respetivamente. Em Benjamins A masculinos, Filipe Fonte foi o melhor atleta da Adrep em 22º, seguido de Rafael Silva em 27º. Na prova principal, com a extensão de 10km, a Adrep esteve representada por Hélder Rodrigues que alcançou a 6ª posição em veteranos V.

quarta-feira, 17 de junho de 2015

ADREP de raça na final do Campeonato Nacional de Clubes

AADREP voltou a mostrar grande combatividade, com dignas prestações individuais e vários lugares de pódio, na final do Nacional de Clubes, em Pombal, durante o último fim-de-semana. Desfalcada e com apenas 10 atletas disponíveis, para uma maratona de 21 provas, a equipa da Palhaça viu desde logo esfumarem-se as suas aspirações colectivas

Na fase de apuramento, a ADREP até se cotou como uma das equipas mais pontuadas entre as apuradas para a final, da 3ª divisão nacional. Muito à custa das valiosas pontuações alcançadas por Márcia Cardoso e Filipa Silva. Ambas no top-10, entre 40 equipas envolvidas nesta fase.

Porém, no confronto directo entre as 8 equipas finalistas, com as prestações individuais de excelência a envolverem muito menos pontos, a jovem equipa da ADREP perdeu esse trunfo e acabou envolvida num confronto desigual, com equipas muito mais representadas, nos escalões seniores.

A equipa da Palhaça voltou a ter apenas duas atletas sem limitações, para disputar 12 corridas, mas contou com uma entrega assinalável das suas representantes. Boa parte delas com 3 provas em duas jornadas, em inúmeras adaptações de recurso.

Márcia Cardoso voltou a ser a figura da equipa, ao contribuir com a pontuação máxima nas provas em que participou. Venceu no sábado os 400m, e repetiu a vitória, no domingo, nos 200m. Alinhou ainda na estafeta de 4x100m, que até conseguiu o 2º melhor tempo, pouco antes de ser desclassificada depois de uma recepção falhada, da saltadora, Erica Gomes.

Pontuações máximas foram igualmente conseguidas por Filipa Silva e Sandra Leitão, vencedoras das provas de triplo salto e 3000m marcha. A primeira destas atletas, foi ainda 5ª, no comprimento. Enquanto a veterana, Sandra Leitão, se disponibilizou para alinhar na corrida de 3000m (8ª) e numa inédita estafeta de 4x400m (6ª).

De salientar a missão de sacrifício da júnior, Carla Reis, que voltou a dar mostras de uma entrega sem precedentes. Sem qualquer treino de corrida há mais de um mês, e a contas com fortes dores num joelho, a atleta fez questão de reforçar a sua equipa, bastante desfalcada nas corridas. Um reforço de peso, classificando-se de forma notável no 3º lugar, dos 1500m, e no 4º lugar, dos 800m. Já depois destas duas provas, voluntariou-se ainda para alinhar numa improvisada estafeta de 4x400m, lançando a sua equipa com o 2º melhor tempo, ao fim do primeiro percurso.

A estafeta de 4x400m foi completada com os contributos de duas lançadoras: Sónia Rodrigues, que já tinha contribuido com o 3º posto, na prova de dardo; e Ruslana Savchuk, juvenil de 1º ano, que já tinha sido 7ª, no martelo.

Aquém das suas melhores marcas, Catarina Alves foi 5ª classificada nas provas de peso e disco. Igual classificação à conseguida por Erica Gomes, no salto em altura.
Daniela Urbano foi 6ª nos 100m, e 8ª numa adaptação de recurso, nos 100m barreiras. Enquanto Océane Conceição, juvenil de 1º ano, conseguiu o 6º melhor tempo, nos 400m barreiras.

A ADREP não esteve representada em 3 eventos: 5000m, 3000m obstáculos e salto com vara. E não pontuou na estafeta de 4x100m, desclassificada depois de conseguir o 2º melhor tempo. Na classificação final, colectivamente, a equipa da Palhaça somou 79 pontos, e ocupou o 7º lugar.

Velocistas com vários pódios no Meeting de Atletismo de Aveiro

A ADREP esteve em bom plano no passado dia 10 de Junho, no Meeting de Atletismo de Aveiro. Competição disputada na pista da universidade.
Destaque natural para a vitória confortável da quatrocentista Márcia Cardoso, que bateu toda a concorrência na final dos 100m, com um novo recorde pessoal, de 12.70 segundos. Também apurada para a final, Daniela Urbano classificou-se no 4º lugar, com 13.67 segundos, a sua melhor marca da temporada.
Ainda hectómetro esteve a juvenil, Océane Conceição, que foi a 9ª classificada, nas eliminatórias, ficando a um lugar de se apurar para a final.

Este evento ficou ainda marcado por presenças nas distâncias mais longas, de Ruben Reis e Telmo Nascimento, 7º e 9º classificados, na prova de 1500m.
Nos escalões mais jovens, João Pinto venceu os 80m para iniciados masculinos. Ao passo que, entre femininos, Mafalda Rodrigues, Micaela Nascimento, Andreia Elias e Fernanda Henriques terminaram classificadas entre as 2ª e 5ª posições, consecutivamente.

Mariana Ferreira vence em Mira

Também no dia de Portugal, a infantil Mariana Ferreira foi a principal figura entre os atletas da ADREP que se deslocaram à Praia de Mira, para participar no 7º GP de Atletismo daquela localidade. A jovem natural de Bustos, que se iniciou no Atletismo apenas no passado mês de janeiro, realizou uma prova notável e venceu de forma confortável a prova de infantis femininos na qual Filipa Soares foi 12ª classificada. No setor masculino, Max Taranov alcançou o 10º posto enquanto que André Fonte foi 13º classificado. Na prova de iniciados femininos, Mariana Duarte alcançou a 10ª posição.
Na prova de benjamins masculinos Filipe Fonte e Rafael Silva alcançaram a 16ª e a 23ª posição, respetivamente, enquanto que Helder Rodrigues foi 11º em Veteranos M55 anos.
No passado domingo, dia 14 de junho, Fernando Pato participou no II GP Cidade de Águeda sendo o 1º entre os veteranos M60 a completar os 10km de prova.

Márcia Cardoso entre as melhores ibéricas no Meeting de Salamanca

Márcia Cardoso confirmou, no passado dia 6 de Junho, o seu bom momento de forma, em Salamanca, num dos principais torneios, realizados na Península Ibérica.
Entre boa parte das melhores quatrocentistas espanholas e portuguesas, da actualidade, Márcia Cardoso conseguiu o sétimo melhor tempo, na disputadíssima corrida de 400m, ao ser 2ª classificada na sua série.

A prova ficou marcada por uma verdadeira intempérie que se abateu sobre Salamanca. Chuva e ventos muito fortes, que surgiram quase do nada, pouco antes da prova de 400m, acabaram por condicionar irremediavelmente as aspirações das atletas, que procuravam bater os seus recordes. Os 57.93 segundos ainda assim alcançados pela atleta da equipa da Palhaça acabaram por ser um mal menor, confirmando o seu bom momento de forma.

A atleta da ADREP foi a terceira melhor portuguesa, tendo perdido com outras quatro atletas do país vizinho, numa competição que reuniu boa parte das melhores atletas espanholas, que discutiam entre si os lugares de acesso à Selecção de Espanha, para o Campeonato da Europa das Nações.

Atletas palhacenses com três medalhas no Olímpico Jovem Nacional

A ADREP confirmou a tradição de se apresentar sempre com uma das mais representativas comitivas no Olímpico Jovem Nacional. Os atletas palhacenses voltaram a trazer medalhas para casa, na principal competição do sector juvenil da FPA, disputada nos dias 6 e 7 de Junho, em Braga.

A principal figura da equipa da Palhaça foi o iniciado João Pinto que subiu ao pódio por 2 ocasiões e obteve ainda 2 recordes pessoais. Na sua prova de eleição, os 100m barreiras, disputados na abertura da jornada de domingo, o jovem palhacense pulverizou o seu recorde pessoal e alcançou a 3ª posição com 14.08, a um escasso centésimo de segundo da medalha de prata. Já na véspera o atleta havia subido ao pódio graças ao seu decisivo contributo na estafeta de 4x80m, realizando o 4º e último percurso da Seleção de Aveiro que conquistou de forma surpreendente a medalha de ouro, com 37.55. João Pinto foi ainda 10º classificado na prova de 80m, também com um novo recorde pessoal de 9.70.

A outra medalha para os atletas da ADREP foi alcançada pelo juvenil José Barbosa, na emocionante e disputada prova prova de 800m. O jovem fundista conquistou a medalha de bronze com 1m57s, numa prova em que os 3 primeiros atletas ficaram separados por apenas meio segundo. O iniciado João Pedro esteve também em plano de destaque ao alcançar a 5ª posição na prova de 1500m obstáculos, com 4m43s, cedendo apenas nos últimos 300m de prova para o grupo da liderança e que discutiu entre si as medalhas em disputa.

As estreantes Luisa Pereira e Adriana Caldeira, ambas iniciadas de 1º ano, participaram na prova de 1000m, alcançando 12ª e 18ª posições, com 3m28s e 3m45s, respectivamente. Por fim, Juliana Vieira, que se apresentou com bastantes limitações físicas, conquistou a 11ª posição na prova de lançamento do dardo com 21,77m e a 15ª posição na prova de lançamento do peso com 7,59m.

Outras competições

A ADREP marcou ainda presença em mais 3 competições disputadas um pouco por toda a região centro. Em Leira, Ruben Reis alcançou a 7ª posição na prova de 3000m obstáculos do Festival de Meio Fundo da Federação Portuguesa de Atletismo, alcançando um novo recorde pessoal de  9m46s. Em Ceira, Coimbra, Telmo Nascimento participou na II Milha Urbana da Vila de Ceira, conquistando a vitória no escalão de juniores.

Nota final para a Meia Maratona da Figueira da Foz, prova na qual Alberto Fonte alcançou a 6ª posição em veteranos M40 com 1h23m29s, com Helder Rodrigues e Fernando Pato a serem 4º e 5º classificados em M60, com 1h41m13s e  1h44m28s, respectivamente.

segunda-feira, 25 de maio de 2015

ADREP na final do Campeonato Nacional de Clubes

A equipa da Palhaça classificou-se em 17º lugar, entre as 34 equipas que conseguiram pontuar, e apresentar um mínimo de 10 atletas, na fase de apuramento do Campeonato Nacional de Clubes. Está assim carimbado o regresso da ADREP à Final do Nacional de Clubes / Ar Livre, depois de ter falhado o acesso, em 2014.

A ADREP disputou as 21 provas do programa, em dois dias, com apenas 10 atletas disponíveis. Duas das quais, fortemente condicionadas por lesão. As atletas da muito jovem equipa palhacense não mediram esforços, com diversas adaptações, à procura da melhor classificação possível, naquela que é a principal competição colectiva, do atletismo nacional.
Na fase final, a disputar a 13 e 14 de Junho, a ADREP vai integrar o lote de 8 equipas apuradas para a 3ª Divisão. Tendo sido a segunda mais pontuada, entre as que vão alinhar neste grupo.

Com apenas duas atletas totalmente disponíveis para alinhar nas 12 provas de corrida, contempladas no programa, a missão da equipa bairradina adivinhava-se ingrata. A tendência viria no entanto a ser contrariada em alguns momentos.

Márcia Cardoso voltaria a ser determinante para a sua equipa, ao concluir os 400m com a 3ª melhor marca nacional, entre todas as que alinharam, nos quatro grupos de apuramento (Guimarães, Abrantes, Vendas Novas e Ribeira Brava).

A velocista da ADREP garantiu uma emocionante e folgada vitória, entre as representantes das principais equipas das regiões Centro e Norte, em Guimarães. Somente superada, a nível nacional, pelas marcas feitas pelas internacionais, Dorothe Évora (Benfica) e Andreia Crespo (Srª Desterro).

Já depois dos 400m, Márcia Cardoso viria a contribuir para uma surpreendente prestação da sua equipa, nos 4x100m, juntamente com Daniela Urbano, Erica Gomes e Océane Conceição. Quarteto que venceu a sua série, com o 14º melhor tempo nacional.

Filipa Silva foi outra das atletas que mais pontos deu à equipa da ADREP, com dois lugares a rondar o top-10 nacional. A saltadora sub-23, que se tem revelado como o grande reforço da equipa, para a presente temporada, destacou-se nas provas de triplo e comprimento, com as 10ª e 12ª melhores marcas nacionais.
Igualmente próximas dessas classificações ficaram Sandra Leitão (13ª nos 3000m marcha) e Erica Gomes (no grupo das 7 atletas empatadas no 10º lugar, do salto em altura).

Daniela Urbano foi outras das atletas que maior número provas disputou. Além da já referida estafeta, conseguiu as 26ª e 29ª melhores marcas, nas corridas de 100 e 200m.
Nos lançamentos, destaque para Sónia Rodrigues, que alcançou a 12ª melhor marca dos apuramentos, na prova de dardo. Enquanto Catarina Alves, nas disciplinas de disco e peso, terminou em 19º lugar.

Missão ingrata para duas atletas juvenis de 1º ano. Ruslana Savchuk alinhou como adaptação de recurso na prova de martelo, sem conseguir pontuar. Disciplina que fez pela primeira vez, na sua carreira desportiva. Já Océane Conceição, num ainda limitado regresso depois de prolongada lesão, daria um determinante contributo na estafeta de 4x100m, antes de ser chamada a uma dura estreia nos 400m barreiras.

Nota final para dois momentos de enorme solidariedade, que marcaram uma vez mais a presença deste grupo. Fortemente limitada com problemas no menisco interno, Carla Reis fez questão de dar o seu contributo à equipa. A jovem fundista que se assumiu como peça chave da equipa, na época de inverno, suportou intensas dores durante toda a prova de 1500m, e conseguiu um notável 15º melhor tempo.

Já sem ser sequer capaz de caminhar, viria a ser substituída, no domingo, pela velocista, Márcia Cardoso, que depois de uma dura primeira jornada, se disponibilizou para disputar a corrida de 800m. Distância na qual conseguiu, mesmo assim, a 18ª melhor marca nacional, depois de duas desgastantes viagens até Guimarães no espaço de 12h.

Apesar das adversidades, a ADREP apenas não pontuou nas provas de 3000m, 5000m, 3000m obstáculos, 100m barreiras, 400m barreiras, salto com vara, lançamento do martelo e 4x400m.

Dez medalhas no Olímpico Jovem Distrital

A equipa de Atletismo da ADREP conquistou dez medalhas, no Olímpico Jovem Distrital. Uma competição destinada a atletas iniciados e juvenis, organizada na pista da Universidade de Aveiro.
O iniciado João Pinto foi novamente o atleta que mais se destacou subindo ao pódio nas 4 provas em que participou, alcançando ainda 2 novos recordes pessoais. Na jornada de sábado, o jovem palhacense venceu os 80m com 9”59 (ventosos), para pouco tempo depois melhorar o seu recorde pessoal no salto em altura para 1,60m, o que lhe valeu a segunda posição na prova. João Pinto abriu a jornada de domingo com uma nova vitória, desta feita nos 100m barreiras com 14”49, marca prejudicada pelo vento desfavorável a 2,2m/s. Na última prova que realizou, o salto em comprimento, o atleta da ADREP comandou o concurso durante os primeiros 5 ensaios, alcançando mesmo um novo recorde pessoal de 5,76m (novamente com vento contra, a 1,6m/s), sendo ultrapassado de forma inglória na última ronda do concurso pelo atleta Filipe Ferreira (ACRD Escapes), que beneficiou de vento momentaneamente favorável e saltou mais escassos 6 cm que o atleta da Palhaça.
Igualmente em plano de destaque esteve Luísa Pereira, que apesar de ser iniciada de primeiro ano, venceu de forma convincente os 1000m com 3’22”80, numa prova em que participaram ainda Adriana Caldeira, 6ª com novo recorde pessoal de 3’38”, e Mariana Duarte, 11ª classificada com 3’53”. Ruslana Savchuk também subiu ao pódio, na posição prata, graças aos 8,88m alcançados na prova de lançamento do peso. Também no lançamento do peso, mas para atletas iniciadas, Juliana Vieira alcançou a 3ª posição, lançando o engenho de 3kg a 9,33m.
Juliana Vieira voltou a subir ao pódio na posição bronze, graças aos 4,32m (ventosos) alcançados no salto em comprimento, prova em que Mafalda Rodrigues foi 5ª com 4,18m. Ambas as atletas participaram ainda nos 80m para iniciadas, com Mafalda a ser novamente 5ª classificada com 11”30 e Juliana Vieira a alcançar a 6ª posição com 11”49 (marcas novamente com vento acima do permitido regulamentarmente).
As provas de meio fundo para iniciados foram demasiado táticas uma vez que nenhum atleta ousou impor um ritmo forte devido ao vento que se fazia sentir, facto que colocou dificuldades acrescidas a João Pedro, 2º classificado em ambas as provas que disputou. Apesar de lutar até ao último metro de cada uma das provas, João Pedro foi duplamente surpreendido pela velocidade terminal do atleta David Duarte, do CD Feirense, terminado na posição prata as provas de 1500m obstáculos, com 5’05” e de 1000m, com 2’56”.
Nota ainda para as prestações dos atletas da ADREP que participaram nas provas extra, com realce para a vitória de Sónia Rodrigues no lançamento do dardo, com a marca de 31,75m. Nas provas de meio fundo, o júnior Telmo Nascimento foi 2º classificado nos 800m com 2’06” e Ruben Reis e Alberto Fonte a alcançaram a 4ª e a 8ª posição na prova de 1500m, com 4’23” e 4’45”, respetivamente.

quarta-feira, 29 de abril de 2015

Pódios e recordes pessoais nas pistas de Luso e Vagos

Na passada quarta feira foram vários os atletas da ADREP que, em representação dos seus estabelecimentos de ensino, marcaram presença na final distrital do projeto Mega Sprinter do Desporto Escolar de Aveiro, competição realizada na pista do Estádio Municipal de Vagos. Destaque para os iniciados João Pedro e Juliana Vieira que venceram as respetivas provas e conquistaram o acesso à final nacional do projeto, que se realizará na cidade de Elvas, nos dias 29 e 30 de maio.

João Pedro (em representação do IPSB) não deu qualquer hipótese aos seus adversários, vencendo de forma confortável a prova de 1000m com 2'50", marca bem próximo do seu recorde pessoal. Juliana Vieira (em representação do AE de Oliveira do Bairro) venceu a prova de lançamento do peso, uma inovação este ano, com a marca de 10,86m, isto depois de ter sido 3ª classificada na prova de salto em comprimento, com 4,61m. Destaque ainda para o 3º posto de Luisa Pereira (AE de Oliveira do Bairro) na prova de 1000m para iniciadas, com 3'25"50 e para a 5ª posição de Mariana Ferreira (IPSB) também na prova de 1000m, mas para infantis, com a marca de 3'35"5.

No fim de semana realizou-se o campeonato distrital de Juvenis, na pista de atletismo do Centro de estágios do Luso, competição na qual a ADREP, apesar de se fazer apresentar apenas com atletas iniciados, conseguiu 4 subidas ao pódio. João Pinto estreou-se nos 110m barreiras com um excelente 2º lugar, com 16"53, marca bem próximo dos míninos de participação no campeonato nacional de juvenis, apesar de ter sido obtida com condições atmosféricas muito adversas. O jovem atleta conquistou ainda o 5º lugar nos 100m (12"53) e o 7º posto no triplo salto, estreando-se com 11,52m.

Luisa Pereira também subiu ao pódio na posição prata, com um novo recorde pessoal na prova de 1500m com 5'26"41, obtendo ainda a 5ª posição na prova de 800m com 2'39"92. Mariana Duarte foi 10ª na prova de 1500m, enquanto que Adriana Caldeira se classificou no 14º posto na prova de 800m.

As restantes posições de pódio foram alcançadas por Micaela Nascimento, 3ª nos 200m com 30"39 (vento contra) e por Juliana Vieira, também 3ª classificada, mas na prova de lançamento do peso, com um novo recorde pessoal de 8,79m. Micaela Nascimento foi ainda 4ª classificada nos 100m, com 13"7, logo seguida de Juliana Vieira na 7ª posição com 14"4, atleta que competiu ainda na prova de salto em comprimento, na qual foi 7ª classificada com 3,94m.

João Pedro e Leandro Ramos, embora não tenham conquistado nenhum lugar de pódio, obtiveram boas prestações que lhes valeram novos recordes pessoais: João Pedro foi 5º nos 800m com 2'10"04 (progressos de 4 segundos) e Leandro Ramos melhorou cerca de meio metro no salto em comprimento, para ser 7º com 5,30m. O jovem velocista foi ainda 6º classificado nos 200m com 26"40 e 9º classificado nos 100m com 12"87. A estreante Andreia Elias foi 15ª nos 100m com 15"54 e 13ª nos 200m com 33"59.

Nota final para as boas prestações de Ruben Reis e Telmo Nascimento nas provas extra, destinadas a atletas juniores seniores, com Ruben a vencer os 3000m obstáculos com a agradável marca de 9'55"96, enquanto que Telmo Nascimento obteve a 3ª posição nos 800m com 2'06"73, ficando muito perto da sua melhor marca de sempre na distância.

segunda-feira, 27 de abril de 2015

Márcia Cardoso (ADREP) sagra-se Campeã Nacional Universitária

Márcia Cardoso, velocista da ADREP, sagrou-se no passado sábado Campeã Nacional Universitária, ao garantir o lugar mais alto do pódio da prova de 400m. A atleta aguedense, que representa a equipa da Palhaça, viria mesmo a ser um dos principais destaques, do Campeonato Nacional Universitário, disputados em Braga, no Estádio 1º de Maio.

Uma vitória a abrir a sua temporada de verão, que permitiu o revalidar do título nacional que já alcançara em 2014, em Faro. Embora, desta vez conquistada em condições muito adversas. O vento e a forte chuva que se fez sentir à hora da prova, acabou por limitar o desempenho de todas as participantes nas duas séries de 400m, acabando Márcia Cardoso por vencer com uma vantagem de mais de 3 segundos, relativamente às suas adversárias.

Estes campeonatos ficaram marcados pela presença de algumas das principais figuras nacionais, do atletismo federado. A maioria das quais, em representação dos respectivos estabelecimentos de ensino superior.

A atleta da ADREP, por seu turno, defendeu as cores da Universidade de Aveiro. E além da medalha de ouro conquistada na sua prova principal, ainda acabaria por contribuir para a medalha de prata, alcançada por um quarteto aveirense, na prova de estafeta.

terça-feira, 21 de abril de 2015

Sandra Leitão sagra-se vice-campeã Nacional de Marcha

Sandra Leitão, da ADREP, sagrou-se no passado sábado vice-campeã nacional. A atleta palhacense conquistou a medalha de prata, na categoria de veteranas do Campeonato Nacional de Marcha, disputado em Rio Maior.

Uma competição que reuniu as melhores portuguesas da especialidade, e ainda alguns dos melhores atletas mundiais que participaram, paralelamente, no Grande Prémio Internacional.

A equipa da Palhaça voltou assim a estar representada num pódio ao mais alto nível, repetindo a medalha já alcançada em 2014, por esta atleta, neste mesmo campeonato.

Sete pódios no Km Jovem e Atleta Completo Distrital

Foram 7 os atletas da ADREP que no passado fim-de-semana subiram ao pódio nos campeonatos distritais de Km Jovem e de Atleta Completo, organizados pela Associação de Atletismo de Aveiro e que se realizaram na pista da Universidade de Aveiro. João Pinto venceu o atleta completo para o escalão de iniciados, enquanto que, no Km Jovem distrital, a ADREP obteve 3 medalhas de ouro, por intermédio de Max Taranov, Luisa Pereira e João Pedro, uma medalha de prata, conquistada por Mariana Ferreira e uma de bronze, alcançada por João Marques.

Domínio avassalador no KM Jovem distrital

Nas seis provas de 1000m que integram o programa do KM Jovem, a ADREP apenas não subiu ao pódio na prova de juvenis femininas, na qual não se
fez representar. Nas restantes, o domínio palhacense foi a nota dominante com 3 vitórias, 1 segundo posto e ainda um terceiro lugar.

As provas de infantis deram o mote para as restantes, com Mariana Ferreira a ser a primeira atleta da ADREP a subir ao pódio. Com apenas escassos meses de prática da modalidade, a jovem atleta não se deixou intimidar e alcançou uma excelente 2ª posição, com um novo recorde pessoal de 3'30"99. Na mesma prova, Filipa Soares também melhorou a sua marca na distância com 4'07"83 (13ª classificada), enquanto que Gabriela Barros se estreou com 4'32"32 (6ª classificada entre as benjamins). No setor masculino, Max Taranov regressou às vitórias com um novo recorde pessoal de 3'19"47, controlando a prova do início ao final da mesma. João Marques também conseguiu subir ao pódio, na 3ª posição, melhorando também o seu recorde na distância para 3'26"58, tal como André Fonte, 5º infantil com 3'50"08.

A principal surpresa da tarde para as cores da Palhaça surgiu na prova de inciadas, com Luisa Pereira a surpreender todas as favoritas e a vencer confortavelmente com um novo máximo pessoal de 3'20"71. Na prova de iniciados masculinos, João Pedro cumpriu com o que de si era esperado, vencendo de forma convincente com um novo recorde pessoal de 2'48"57.  Na prova de juvenis masculinos José Barbosa teve uma participação menos conseguida, sendo "apenas" 3º classificado com um registo de 2'42"28.

Coletivamente, a ADREP venceu de forma confortável no setor masculino, fruto das vitórias de Max Taranov e de João Pedro e ainda do 3º posto de José Barbosa. Nota ainda para o novo recorde pessoal de Telmo Nascimento, que venceu a prova extra de 1000m (para os escalões de juniores e seniores), com 2'44"48, logo seguido de Ruben Reis, 2º classificado com 2'47"42.

João Pinto domina Atleta Completo para iniciados

Naquela que foi apenas a sua segunda incursão pelo setor das provas combinadas, o jovem João Pinto venceu o Heptatlo para iniciados masculinos, com cerca de 100 pontos de vantagem para o segundo classificado. O jovem palhacence este irrepreensível uma vez que estabeleceu novos recordes pessoais em todas as 7 provas que disputou nos dois dias da competição.

O jovem palhacense iniciou a sua participação com a vitória na prova de 80m com 9"93, seguindo-se um terceiro posto no salto em comprimento com 5,73m e um 6º lugar no lançamento do dardo com 26,64m. Na jornada de domingo, João Pinto venceu os 100m barreiras com 14"48, foi 4º classificado no lançamento do peso com 8,43m e alcançou o 2º posto no salto em altura com 1,56m. Na última prova do programa - 1000m, o jovem atleta lutou até ao limite das suas forças e terminou na terceira posição com 3'21"00, permitindo-lhe contabilizar, no final do heptatlo, 3.487 pontos.

Juliana Vieira foi 11ª no setor feminino, com 1.910 pontos, destacando-se as suas participações nas provas de lançamento do dardo (3ª com 21,35m), 80m (5ª com 11"81) e lançamento do peso (4ª com novo recorde pessoal de 8,46m).

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

ADREP sagra-se vice-Campeã Nacional de Clubes (2Div)

A equipa feminina da ADREP sagrou-se vice-campeã nacional de clubes (2ª divisão), no último fim-de-semana, em Pombal. As atletas “palhacenses” conquistaram o segundo melhor resultado de sempre, da história desta colectividade, na principal competição de carácter colectivo, do atletismo nacional.

Cotada à partida como a sexta equipa, entre as oito apuradas para a fase final da 2ª divisão, a ADREP viria a superar expectativas, alcançando 70 pontos. Registo que lhe valeu o título de vice-campeã nacional, a escassos quatro pontos do 2º lugar.
Num dos mais competitivos campeonatos, dos últimos anos, quatro equipas seguiam no topo da classificação, separadas por apenas 1 ponto, ao final da primeira jornada, ao cabo de sete provas disputadas.

Já na etapa complementar, a decisão pelos principais lugares do pódio arrastou-se até ao último metro, da 14ª e última prova. Já com o GCA Donas (Fundão) isolado na liderança, a ADREP e Escola do Movimento (Porto) bateram-se taco a taco pelo 2º lugar, com a equipa palhacense a levar a melhor, num emocionante despique final na estafeta de 4x400m.

Destacou-se uma atitude muito combativa, por parte das jovens atletas da ADREP. Algumas das quais, com prestações determinantes. Márcia Cardoso voltaria a assumir-se como peça chave desta equipa, contribuindo para 3 vitórias nas 3 provas em que alinhou.
No sábado, venceu por larga margem os 400m, com 57.67 segundos. Voltou a vencer de forma concludente, já no domingo, nos 200m, com 25.71. E encerrrou a sua participação, no segundo percurso dos 4x400m, protagonizando uma impressionante recuperação, do 3º para um destacado 1º lugar, oferecendo à sua equipa uma vantagem que viria a revelar-se determinante, para segurar a decisiva vitória.

Carla Reis, júnior de 1º ano, assumiu-se como outra figura incontornável desta jornada dupla, classificando-se em 2º lugar, nas corridas de 1500 e 800 metros. Duas prestações marcadas por manifesta superação, contrariando o favoritismo de adversárias bem mais cotadas. Em ambos os casos, a jovem atleta superou os seus recordes pessoais, com 4m54s e 2m19s, respectivamente. Já em claras dificuldades fisicas, viria a segurar a vitória da sua equipa, na estafeta de 4x400m, no último percurso.

Ainda nas provas de pista, a ADREP arrancou o 2º melhor registo nos 3000m marcha, com Sandra Leitão, a estar ao seu melhor nível, com 15m18s. Quase vinte segundos melhor do que fizera na fase de apuramento. Na mesma distância, mas em corrida, Carla Santos regressou após lesão, com um muito positivo 4º lugar, com 11m31s.
Adaptadas de recurso, em disciplinas para as quais a ADREP não teve especialistas, alinharam Océane Conceição e Daniela Urbano. Duas atletas habituadas a outras distâncias, que acabaram classificadas em 8º lugar, nos 60m planos e 60m barreiras, respectivamente. Viriam no entanto a dar um precioso contributo à vitória da sua equipa, nos 4x400m.

Nas áreas técnicas, Filipa Silva voltou a assumir-se como um dos principais reforços da equipa, para a presente temporada. Foi 3ª no triplo, com 11,11m. Já depois de, na véspera, ter sido 5ª, no comprimento, com 4,94m. Enquanto nos lançamentos, Catarina Alves, também ela reforço da ADREP para a presente temporada, arrancou um precioso 3º lugar, entre as 8 participantes na prova de Peso, com 10,07m. A encerrar a participação da ADREP nos concursos, nota para Erica Gomes, classificada em 7º lugar, no salto em altura, aquém do seu melhor, com 1,40m.

ADREP com pódios e recordes em várias frentes

A equipa de atletismo da ADREP voltou a exibir-se com pódios e recordes pessoais, em várias frentes, durante o último fim-de-semana, em algumas das principais competições do calendário distrital e nacional.

O maior destaque da jornada vai para a estreia em bom nivel, de duas jovens atletas, no Campeonato Nacional de Juniores, em pista coberta. Realce para Océane Conceição, que conquistou o 6º lugar na geral de 3 séries, na prova de 400m, com 62.49 segundos. Notável classificação, para esta juvenil de 1º ano, numa prova disputada pelas melhores atletas juniores nacionais.
No meio fundo, brilhou Carla Reis, atleta junior de 1º ano, que se evidenciou na jornada de sábado, com um positivo 8º lugar entre as 19 participantes na corrida de 1500m. Com 5m01s, a atleta vice-campeã nacional de juvenis voltou a mostrar que está definitivamente superada a fase negativa que atravessou, depois de uma lesão contraída no final da época de Verão, e que condicionou a sua preparação até início de Novembro.
Já no domingo, se dúvidas houvesse, Carla Reis acabou mesmo dissipá-las nos 800m, do Meeting de Pombal. Prova na qual pulverizou o seu recorde pessoal, por mais de 3 segundos, com 2m19s. Registo que lhe valeu o 4º lugar, entre algumas das melhores seniores nacionais.
O Meeting de Pombal serviu ainda para o derradeiro teste ao mais alto nivel nacional, para algumas das principais figuras do atletismo português, antes dos mais importantes compromissos da temporada de Pista Coberta. Márcia Cardoso, velocista da equipa da Palhaça foi uma das atletas em destaque, nos 400m, ao terminar na segunda posição da série 2, com a sua melhor marca da temporada (57.56 segundos). Isto, numa prova que contou com 7 das 10
melhores atletas, do ranking nacional, da época passada.
Num fim-de-semana em que o sector feminino da ADREP esteve em particular destaque, a equipa da Palhaça brilhou, ainda ao nivel distrital, com Catarina Alves e Sónia Rodrigues a sagrarem-se campeãs de lançamentos, em Aveiro. A primeira, venceu o disco, em juniores. Enquanto a segunda, levou a melhor no dardo, em seniores. Paralelamente, decorreu o Torneio de Carnaval, no qual se destacou o juvenil, Miguel Vieira, folgado vencedor da prova de 1500m, para iniciados e juvenis.
Também ao nivel regional, Sandra Leitão foi a protagonista, ao sagrar-se campeã distrital de Marcha, em estrada. A atleta venceu de forma folgada a prova de 5km, em Lourosa, e levou assim as cores da ADREP ao lugar mais alto do pódio.

terça-feira, 27 de janeiro de 2015

ADREP garante final do Campeonato Nacional de Clubes

A ADREP apurou-se para a final do Campeonato Nacional de Clubes, classificando-se em 14º lugar entre as cerca de 40 equipas femininas, envolvidas na fase de apuramento. Com diversas prestações de excelência, a compensarem algumas baixas de última hora, as atletas que alinharam pela equipa da Palhaça estiveram quase sempre entre as melhores, e só assim garantiram a presença na final da principal competição colectiva, do calendário da FPA

Perante uma das mais competitivas fases de apuramento dos últimos anos, que ditou a eliminação de algumas das equipas habituadas a patamares cimeiros, a ADREP não vacilou e voltou a garantir presença na final, pelo quinto ano consecutivo.
Um processo que chegou a parecer comprometido, com baixas de última hora, por lesão, e alguns reforços aquém das expectativas, que levaram a que a equipa palhacense não pontuasse em seis das catorze provas em disputa.
A final viria no entanto a ser assegurada de forma notável, com surpreendentes prestações de algumas das mais jovens atletas, que se agigantaram entre as principais figuras do atletismo nacional, em claras demonstrações de superação.

Neste particular, esteve em grande destaque Márcia Cardoso, que brilhou de forma assinalável garantindo por si só quase um terço dos 185 pontos conquistados pela sua equipa, formada por oito atletas. Numa só tarde, a velocista da ADREP foi 4ª, nos 200m, 5ª, nos 400m, e ainda integrou a estafeta que foi 8ª, nos 4x400m. Em todos os casos, só foi superada por atletas representantes das equipas candidatas ao pódio nacional.

Habituada a superar-se nos grandes momentos, a jovem fundista, Carla Reis, junior de 1º ano, foi outras das protagonistas, arrancando a 10ª melhor marca, nos 800m, com 2m23s. Nove segundos melhor do que fizera uma semana antes, no Distrital de Seniores. Para depois correr ainda o seu percurso, da estafeta de 4x400m, em impressionantes 61 segundos.
A ADREP voltava a surgir no top-10, nos 3000m marcha, através de uma prestação notável da veterana, Sandra Leitão, que garantiu o 8º melhor tempo da geral, com 15m35s, retirando quase meio minuto (!) à sua melhor marca da temporada.

Entre as atletas que reforçaram a equipa da Palhaça, para esta temporada, surgiram mais duas prestações de grande nível. Filipa Silva, no triplo salto, conseguiu 10,72m, no derradeiro ensaio, e garantiu também ela um lugar (9º) entre as melhores. A júnior de 1º ano, Catarina Alves, por sua vez, garantiu o 13º lugar, com um notável recorde pesssoal, no lançamento do peso, de 10,08m. Quase um metro e meio acima do seu melhor desta temporada.

A recuperar de lesão, distante da forma que a notabilizou na temporada passada, Erica Gomes pontuou com o 14º melhor registo no salto em altura, com 1,45m. Acabando por ficar aquém dos exigido, no salto em comprimento, com 4,53m.
O mesmo aconteceria com Daniela Lopes, que não conseguiu pontuar nas suas provas individuais: 1500 e 60m. Acabando, no entanto, por revelar-se bastante útil, na boa campanha da ADREP, na corrida de 4x400m. E foi justamente na prova de estafeta, no encerramento da jornada, que se estreou Océane Conceição, juvenil de 1º ano, ao mais alto nível do atletismo nacional, com um positivo contributo.

Jovens fundistas com pódios no Grande Prémio "Os Ilhavos”

A equipa de atletismo da ADREP deslocou-se a Ílhavo, no passado domingo, para participar no 32º GP de Atletismo “Os Ílhavos”, obtendo 2 pódios individuais e 2 pódios coletivos.

Os primeiros a entrar em ação foram os atletas do escalão de iniciados e foi precisamente neste escalão que os atletas palhacenses obtiveram os resultados de maior destaque. Desde logo, evidência para o regresso de João Pedro às vitórias, com o atleta da ADREP a controlar todos os seus adversários desde os metros iniciais para vencer de forma confortável.

No setor feminino, as atletas da Palhaça realizaram a sua primeira prova no escalão de iniciadas, mas nem por isso se deixaram intimidar. Realizando uma corrida de trás para a frente, Luísa Pereira e Adriana Caldeira foram ganhando posições para concluírem a prova, de forma bastante positiva, nas 4ª e 6ª posições, respetivamente. Pouco depois chegaria Mariana Duarte, na 15ª posição, fechando a equipa e garantindo a vitória coletiva.

O outro pódio individual foi alcançado pelo juvenil Miguel Vieira, que integrou o grupo da liderança durante grande parte da competição, cedendo apenas nos metros finais para terminar na 3ª posição, naquela que foi uma das corridas mais disputadas do evento.
A última subida ao pódio ocorreu na competição de infantis masculinos, com a equipa da ADREP a ser segunda classificada, graças aos desempenhos de Max Taranov (4º classificado), João Marques (6º) e André Fonte (10º).

Em infantis femininos, o especial relevo vai para Mariana Ferreira que realizou a sua primeira competição, terminando numa agradável 7ª posição, com Filipa Soares a ser 15ª. Nas provas para benjamins, Filipe Fonte e Rafael Silva obtiveram os 7º e 8º postos, respetivamente, na prova de benjamins A, enquanto que Benedita Silva foi 11ª em benjamins B. Na prova principal, que incluía o Campeonato Distrital de Estrada, Hélder Rodrigues foi 7º em veteranos M60.

ADREP no pódio do Campeonato Nacional de Juvenis

A ADREP conquistou duas medahas no Campeonato Nacional de Juvenis, em Pista Coberta, disputado em Braga, durante o último fim-de-semana. Com uma categórica vitória, na corrida de 800m, José Barbosa, atleta palhacense, sagrou-se campeão nacional. Já depois de, um dia antes, ter conquistado o título de vice-campeão, nos 1500m.

Na primeira jornada, José Barbosa terminou em 2º lugar, nos 1500m, com 4m11s. Uma corrida extremamente táctica, decidida num aceso sprint final. O atleta da ADREP foi um dos que melhor se deu com a circunstância, e garantiu assim a medalha de prata, e o primeiro título da sua carreira, ao mais alto nível nacional.

O melhor estava, ainda assim, guardado para a segunda e derradeira jornada, disputada na manhã de domingo. Os atletas voltaram à pista para a prova de 800m, e desta feita José Barbosa acabou por levar a melhor, garantindo assim o lugar mais alto do pódio, e o consequente título de Campeão Nacional de Juvenis, com o tempo de 2m01s.

Duas jornadas memoráveis para a equipa da Palhaça, protagonizadas por um atleta que, durante os últimos meses, cumpriu a sua preparação na Suiça, tendo viajado propositamente para Portugal, no dia da prova, para participar neste evento.

Vários pódios no distrital de seniores

A ADREP esteve também em destaque, durante o fim-de-semana, em Aveiro, no Campeonato Distrital de Seniores. Principal prova de pista, ao nivel regional, do calendário de inverno.
Márcia Cardoso, velocista sub-23 da equipa da Palhaça, foi quem mais se destacou, ao sagrar-se campeã distrital de seniores, com 2m24s, depois de uma forte ponta final, na corrida de 800m. Uma distância substancialmente superior àquelas a que habitualmente se dedica.

Igualmente em bom plano esteve Océane Conceição. A cumprir apenas o seu primeiro ano de juvenil, a atleta da equipa palhacense sagrou-se vice-campeã de seniores, nos 400m, com 62.92 segundos. Já no domingo, voltaria a subir ao pódio, depois de ser a terceira mais rápida, na série principal dos 200m, com 28.32 segundos.

Também no pódio desta competição, esteve a veterana, Sandra Leitão, que se sagrou vice-campeã distrital, nos 3000m marcha, com 16m04s. Por sua vez, Carla Reis, atleta júnior da ADREP garantiu a medalha de bronze, nos 800m, com 2m31s. No lançamento do peso, Catarina Alves estreou-se com a camisola “palhacense” com o 3º lugar, na classificação de sub-23.
Colectivamente, a ADREP alcançou o 3º lugar na classificação feminina, cedendo apenas para Grecas e Clube de Campismo (SJ Madeira).

segunda-feira, 5 de janeiro de 2015

ADREP vice-campeã distrital de Juvenis

A ADREP sagrou-se vice-campeã distrital de juvenis, no passado fim-de-semana, na pista de Aveiro. A equipa da Palhaça garantiu oito pódios individuais, nas mais diversas disciplinas, e foi a segunda equipa mais pontuada, na classificação colectiva, do sector feminino.

Foi justamente a vertente feminina que mais distinguiu a ADREP, numa competição que reuniu os melhores atletas, iniciados e juvenis, do distrito.
Do ponto de vista individual, realce para a prestação de Océane Conceição, que garantiu dois títulos, nas duas provas em que participou. No sábado, sagrou-se campeã distrital, nos 300m, com 45.24. Já no domingo, voltou à pista para se sagrar vice-campeã, nos 200m, com 28.81.
Também nas corridas, nota para outras duas medalhas, conseguidas por atletas da ADREP. Nos 300m, a iniciada Micaela Nascimento conquistou o bronze, com 49.79. Enquanto nos 1500m, Luísa Pereira, também ela iniciada, voltou a mostrar-se em bom plano, ao sagrar-se vice-campeã distrital de juvenis, com promissores 5m28s.
Nos concursos, destaque desde logo para Mafalda Rodrigues, atleta iniciada, que conquistou a medalha de prata, no salto em comprimento, com 4,74m. Já no lançamento do peso, foi Ruslana Savchuk a levar novamente a ADREP para o pódio, ao conquistar o bronze, com 8,72m. Um novo recorde pessoal.
No sector masculino surgiram as outras medalhas, através do iniciado, João Pinto. Neste particular, realce para a prestação deste atletas nos 60m barreiras, que lhe valeu o título de vice-campeão distrital, com a marca de 9.22 (mínimos para o Nacional de Juvenis). O atleta esteve ainda no pódio nos 200m, ao ser 3º classificado, com 25.97.
Fora das medalhas, mas com prestações positivas, estiveram outros jovens atletas palhacenses. Neste particular, nota para Miguel Vieira, 4º nos 1500m, com um novo recorde pessoal de 4m26s. Bem como para João Pedro, ainda iniciado, que foi 5º e 6º nos 800 e 1500m, respectivamente, com 2m14s e 4m32s. O sector masculino testemunhou ainda a estreia competitiva de Leandro Ramos, que esteve em maior evidência nos 60m, ao ser 8º classificado, com 8.17.
Já no sector feminino, entre as atletas não medalhadas, houve igualmente prestações positivas, de atletas todas elas do escalão de iniciadas. Nota para Juliana Vieira, que teve o seu melhor desempenho no salto em comprimento, ao ser 5ª com 4,34m. Adriana Caldeira e Mariana Duarte foram 9ª e 13ª nos 800m. A primeira das quais, com um novo máximo pessoal, de 2m49s. Já nos 1500m, esteve Andreia Cardoso, classificada em 11º lugar, com 6m20s.
A ADREP fez-se ainda representar na prova extra de 1500m, destinada a juniores, seniores e veteranos. Ruben Reis, em 4º lugar, foi o melhor palhacense, com 4m23s. Seguiram-se Mário Amorim (7º/ 4m40s), Telmo Nascimento (9º/ 4m43s) e Alberto Fonte (13º/ 4m55s).

segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

ADREP encerra ano com êxitos em várias frentes

A equipa de atletismo da ADREP encerrou o ano de 2014 com a conquista de um conjunto de bons resultados nas provas em que participou no passado sábado, dia 27 de dezembro.
Na 37ª São Silvestre de Coimbra, Luísa Pereira despediu-se da melhor forma do escalão de infantis, vencendo de forma isolada e repetindo o feito alcançado na semana passada na Figueira da Foz, também numa corrida de São Silvestre.

Em Aveiro, no Torneio de Natal da Associação de Atletismo de Aveiro, o principal destaque vai para o benjamim Max Taranov, que dominou totalmente a prova de 600m destinada a benjamins e a infantis, vencendo completamente isolado e com um novo recorde pessoal de 1’50”68. A segunda posição foi alcançada pelo seu colega de equipa, João Marques, também ele com um novo recorde pessoal na distância (1’58”85), numa demonstração que ambos estão preparados para a mudança para o escalão de infantis, já no próximo dia 1 de janeiro.
Ainda na prova de 600m, mas no setor feminino, realce para o recorde pessoal alcançado pelas 4 atletas da Palhaça que participaram na prova, com evidência para Adriana Caldeira, 2ª classificada com 1’58”75. Seguiram-se Marina Duarte, na 3ª posição com 2’00”83, Andreia Cardoso em 6º (2’07”82) e Filipa Soares em 9º (2’18”7).
Na prova de 1000m para atletas iniciados e juvenis, Telmo Nascimento foi 4ª classificado, melhorando a sua melhor marca de sempre para 2’50”02, logo seguido pelo iniciado João Pedro, com 2’53”16.
Nas provas destinadas aos atletas seniores, Sandra Leitão alcançou a 2ª posição na prova de 3000m marcha, com 16’16”75m, enquanto nos 800m, Ruben Reis foi 3º com 2’10”85 e Mário Amorim foi 4º com 2’12”26.

A ADREP marcou ainda presença no 1º Corta Mato da ACR de Valdágua - Ovar, com Filipe Fonte a ser 9º classificado na prova de benjamins A, enquanto André Fonte foi 12º na corrida destinada a infantis.
A partir do próximo fim-de-semana, com a primeira jornada competitiva de 2015, chega uma sucessiva série de campeonatos distritais e nacionais, nos quais a equipa da Palhaça apostará em força, na senda dos êxitos que vem alcançado nas temporadas anteriores.

segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

Vitória e recordes pessoais marcam fim-de-semana

A ADREP marcou presença este fim de semana em duas competições distintas, com destaque para a vitória de Luisa Pereira na prova de infantis femininos da 1ª São Silvestre da Figueira da Foz, disputada no passado sábado.
Trata-se de um excelente resultado da jovem atleta da ADREP, espelhando os progressos evidenciados neste início de época, precedendo a sua mudança para o escalão de iniciados no próximo dia 1 de janeiro.
A equipa da Palhaça deslocou-se ainda, também no dia 20 de setembro, à pista de atletismo da Universidade de Aveiro, para participar no torneio “Aos Seus Lugares”, organizado pela Associação de Atletismo de Aveiro.
Realce para os 3 recordes pessoais alcançados nas provas de 60m para iniciados, com João Pinto a ser 3º no setor masculino com 7”73, enquanto Mafalda Rodrigues e Juliana Vieira alcançaram a 6ª e a 7ª posição, melhorando para 8”84 e 8”91, respetivamente. Nota ainda para a estreia de Andreia Elias, 7ª classificada nos 60m para infantis, com 9”66.
Os jovens atletas da ADREP alcançaram ainda resultados promissores no salto em comprimento: João Pinto foi 4º iniciado com a marca de 5,42m e, no setor feminino, Juliana Vieira foi 5ª com 4,34m e Mafalda Rodrigues alcançou a 6ª posição com 4,27m.

domingo, 14 de dezembro de 2014

Palhaça recebeu alguns dos melhores atletas portugueses

Cerca de 400 atletas participaram, no passado domingo, no 13º Grande Prémio “Vila da Palhaça – Oliveira do Bairro”. Uma competição que voltou a reunir os melhores fundistas aveirenses, e algumas principais figuras do atletismo nacional. Hugo Almeida, campeão de Portugal , venceu em seniores masculinos. Enquanto Marisa Barros, maratonista Olímpica, venceu a prova feminina.

A jornada, promovida pela ADREP, arrancou com os escalões mais jovens em acção, e logo com um pódio em tons bairradinos, em infantis femininos. Sofia Almeida (ADERCUS) foi a 1ª classificada, seguida de perto por Adriana Caldeira (ADREP), que ficou com o 2º posto.
Colectivamente, nesta categoria, a equipa da casa conquistou o segundo lugar, atrás do GRECAS, formação vencedora.
As equipas bairradinas voltaram a estar em destaque pouco depois, com Max Taranov (ADREP) a cortar a meta em segundo lugar, em benjamins “B”. Neste escalão, a equipa palhacense foi ainda terceira classificada, colectivamente. Igual classificação conseguiu a ADERCUS, no sector feminino.
Pouco depois, partiram para a estrada os atletas iniciados, com os bairradinos a estarem novamente em bom plano. Beatriz Rodrigues, da Serena, conseguiu o lugar mais alto do pódio feminino. Ao passo que, no sector masculino, o “palhacense” João Pedro foi o terceiro mais rápido. Colectivamente, destacou-se a ADERCUS com o 2º lugar, em femininos.
Seguiram-se os juvenis, dois dos escalões mais competitivos da jornada. Neste particular, mesmo sem pódios para as equipas do concelho de Oliveira do Bairro, destacaram-se Miguel Vieira (4º) e Carla Reis (5ª), ambos da ADREP, nos respectivos sectores.
Para encerrar o programa das categorias inferiores, partiram para a estrada, de forma conjunta, atletas benjamins “A”, masculinos e femininos. Individualmente, os melhores atletas do concelho voltaram a ser da ADREP: Inês Vieira Leitão (11ª) e Martim Silva (9º). Por equipas, venceu a formação da casa, em femininos, e foi segunda classificada, em masculinos.

As atenções estavam então viradas para a prova rainha, com alguns dos melhores atletas nacionais envolvidos. No sector masculino, a discussão foi acesa até ao final, mas quem levou a melhor foi Hugo Almeida (Campismo S. João da Madeira), actual campeão de Portugal, dos 3000m. Apenas 3 segundos depois, chegava Bruno Henriques (JOBRA). Rui Muga, do CA Mogadouro, fechou o pódio.
A corrida feminina, por sua vez, teve em Marisa Barros uma clara vencedora, que recolhia à partida total favoritismo. A maratonista Olímpica não deu hipóteses à concorrência, deixando a mais de um minuto as atletas que completaram o pódio: Carla Martinho (ADERCUS) e Sara Pinho (Sporting). Colectivamente, o GRECAS levou a melhor, no sector feminino, enquanto o ACR Vale de Cambra foi a equipa vencedora, em masculinos.
Ainda envolvidos na prova rainha esteve um numeroso lote de atletas veteranos, distribuídos por cinco escalões. Os vencedores foram os seguintes: Jorge Pinto (S. João da Madeira), veteranos 1; António Fernandes (Vale de Cambra), veteranos 2; Mário Silva (Guilhovai), veteranos 3; Benjamim Soares (Guilhovai), veteranos 4; Carlos Ferreira (Guilhovai), veteranos 5. No sector feminino, esta categoria teve em Fátima Pinho (GRECAS), a atleta vencedora.

Uma jornada de sucesso, que só foi possível graças à mobilização de um numeroso grupo de voluntários, directa ou indirectamente ligados à ADREP, que durante todo o fim-de-semana estiveram envolvidos nos exaustivos preparativos. Igualmente importantes foram os apoios prestados pela CM Oliveira do Bairro, JF Palhaça e várias empresas da região, que se associaram a este evento.

segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

ADREP no pódio do 1º GP da Murtosa

A vila da Murtosa recebeu no passado domingo o seu 1º Grande Prémio de Atletismo, tendo a ADREP vincado a sua participação nos escalões de formação. Duas vitórias, dois segundos lugares e um terceiro posto foram os resultados de maior destaque da formação da Palhaça.

Max Taranov abriu as hostilidades e voltou a não dar hipóteses aos seus mais diretos adversários, vencendo a prova de benjamins masculinos. Na mesma prova, a equipa palhacense viria a ser também a vencedora coletiva, com 28 pontos, fruto da vitória de Max Taranov, do agradável 4º posto do estreante João Marques (ex CD Campinho) e do 23º posto de Filipe Fonte, o mais jovem atleta da equipa da Palhaça.

Em infantis femininos, a Adrep voltaria a deixar bem marcada a sua qualidade, com Luísa Pereira e Adriana Caldeira, 2ª e 3ª respectivamente, a realizarem excelentes provas terminando muito próximo da frente a corrida. A Adrep contou ainda com os contributos de Filipa Soares (16ª) e Micaela Nascimento (17ª), o que permitiu alcançar o segundo lugar coletivo com 21 pontos, a um escasso ponto da vitória.  No setor masculino, André Fonte alcançou a 17ª posição.

Na sua primeira prova da época, João Pedro foi 4º classificado em iniciados masculinos, perdendo apenas para atletas iniciados de segundo ano. Na corrida principal, com a extensão de 10km, Ruben Reis foi 21º em seniores masculinos, a mesma posição alcançada por Alberto Fonte no escalão de veteranos M40, enquanto que Hélder Rodrigues foi 19º em veteranos M55.

segunda-feira, 24 de novembro de 2014

ADREP com três atletas nos melhores do ano

A ADREP averbou três títulos de melhores do ano, no Atletismo aveirense, na temporada 2013-2014. A equipa da Palhaça viu 3 dos seus atletas serem escolhidos para receberem o galardão, na gala da Associação de Atletismo de Aveiro, que vai acontecer no próximo dia 13 de Dezembro.

Márcia Cardoso foi eleita a melhor Sénior da temporada, sendo a primeira vez, na última década, em que uma atleta da ADREP consegue esse título, na categoria rainha do atletismo. No seu primeiro ano enquanto sub-23, a velocista aguedense, que representa a equipa da Palhaça, viu assim premiado o seu desempenho numa temporada em que se estreou ao serviço da Selecção Nacional.

Ainda no sector feminino, vai ser igualmente distinguida Carla Reis, eleita atleta do ano, no escalão de Juvenis. Também aqui o culminar de uma temporada memorável, para esta jovem fundista, que se sagrou vice-campeã nacional, nos 2000m obstáculos, já depois de ter sido medalhada de bronze, no Olímpico Jovem Nacional.

Por fim, a ADREP vai estar ainda representada no sector masculino, com Dylan Esteves a ser escolhido como o melhor atleta do ano, em Benjamins. Um justo prémio, para um atleta que venceu praticamente todas as corridas em que esteve envolvido. Quer na estrada, no corta-mato, ou na pista.

quarta-feira, 19 de novembro de 2014

ADREP no pódio do Grande Prémio de Travanca

A equipa de Atletismo da Adrep deslocou-se a Travanca – Oliveira de Azeméis, para disputar o VI Grande Prémio de São Martinho, realizado no passado domingo, dia 16 de novembro. Três vitórias e um terceiro posto foram os resultados de maior registo alcançados pelos atletas da Palhaça.

O domínio da Adrep fez-se sentir nos escalões mais jovens com especial relevo para a prova de infantis femininos, a primeiro do programa. A equipa palhacense venceu coletivamente fruto dos desempenho de Luísa Pereira, que venceu de forma folgada, de Adriana Caldeira que alcançou a segunda posição de forma surpreendente e do agradável 7º lugar de Gabriela Martins. Pela Adrep competiram ainda Andreia Cardoso (10ª) e Filipa Soares (15ª).

A outra vitória da Adrep foi alcançada pelo Benjamim Max Taranov, que não deu hipótese aos seus adversários, controlando a prova do primeiro ao último metro. Em benjamins femininos, Benedita Silva foi 18ª.
Nota ainda para o bom 4º lugar de Telmo Nascimento em juvenis masculinos. Hélder Rodrigues foi 51º em veteranos II.

quarta-feira, 23 de julho de 2014

ADREP em destaque em frentes diversas

A equipa de atletismo da ADREP esteve em destaque em diversas frentes, no último fim-de-semana. Na recta final da temporada, a formação da Palhaça alcançou pódios e recordes pessoais no Campeonato Distrital de Seniores e Sub-23, no Luso.

O principal destaque da equipa da ADREP vai para José Barbosa, atleta juvenil de 1º ano, que subiu ao pódio por três vezes durante o fim de semana. Nos 1500m José Barbosa foi 3º classificado no escalão de sub23 anos (5º em seniores), tendo melhorado em 4 segundos o seu recorde pessoal na distância, fixando-o em 4’06”69. No domingo, nos 800m, José Barbosa lutou de forma brilhante na última volta de uma prova muito tática, para ser 2º no escalão de sub23 e medalha de bronze no escalão sénior, com a marca de 2’03”54. Estes feitos são ainda mais relevantes se considerarmos que o jovem atleta teve uma entorse na articulação tibiotársica com alguma gravidade durante o mês de janeiro, o que não o impediu de alcançar grandes progressos nesta época de verão: melhorou de 4’26”82 para 4’06”54 aos 1500m, de 2’49”2 para 2’38”83 aos 1000m e de 2’05”20 para 1’57”85 nos 800m.
O outro grande destaque da ADREP vai para Ruben Reis, vice-campeão distrital de 3000m obstáculos no escalão de sub23, com 10’11”23, marca que lhe garantiu também a medalha de bronze no escalão sénior. O mesmo atleta participou ainda nos 1500m, obtendo o 7º posto no escalão de sub23 anos com 4’26”77, logo seguido de Mário Amorim, 11º classificado com 4’36”30. Mário Amorim foi ainda 11º classificado na prova de 800m com 2’12”07, na qual o juvenil Miguel Vieira foi 12º com 2’12”39. Carla Santos regressou à competição após longo período de lesão, obtendo uns agradáveis 5’15”69 nos 1500m (7ª classificada) e 2’36”30 nos 800m (4ª classificada).
Nota final para a participação de alguns jovens da formação da ADREP nas provas extra realizadas no Luso, com destaque para a 2ª posição de João Pinto nos 80m para iniciados, igualando o seu recorde pessoal a 9”95. No setor feminino, Océane Conceição foi 2ª com 11”09 (recorde pessoal), Mafalda Rodrigues 3ª com 11”30 e Juliana Vieira 4ª com 11”83. Em infantis, Micaela Nascimento foi 3ª nos 60m com 9”17 e Mariana Duarte foi 4ª com 2’02”06.

Márcia Cardoso em destaque nacional

A meio da semana, a ADREP esteve representada no Torneio de Verão, organizado pela Associação de Atletismo de Lisboa. Competição que reuniu alguns dos melhores atletas nacionais.
Nesta prova, esteve Márcia Cardoso, que participou na corrida de 400m. Em busca da melhor forma, depois de algumas semanas de limitações físicas, por lesão, conseguiu o 6º lugar, entre seniores, com 58.32. Já no sábado, a quatrocentista da equipa da Palhaça viajou para Faro, para disputar o Meeting Vitor Tavares. Novamente entre boa parte das principais especialistas nacionais, conseguiu o 5º lugar, com 57.90.
No próximo fim-de-semana, a atleta encerra a temporada, em Lisboa, nos Campeonatos de Portugal.

terça-feira, 15 de julho de 2014

ADREP em destaque no Nacional de Esperanças

Márcia Cardoso ficou à beira do pódio no Campeonato Nacional de Esperanças, disputado no último fim-de-semana, em Braga. A atleta da ADREP classificou-se em 4º lugar, na prova de 400m, na competição disputada pelos melhores atletas nacionais, com menos de 23 anos.

No seu primeiro ano, nesta categoria, a quatrocentista a equipa da Palhaça ficou à porta das medalhas, somente superada por um trio que, recentemente, representou Portugal no Campeonato da Europa de Nações, em seniores.
Foi a primeira prova de Márcia Cardoso, depois de, há sensivelmente um mês, ter conseguido a sua estreia internacional, no Campeonato do Mediterrâneo. Ultrapassadas algumas limitações físicas que se seguiram a essa participação, a atleta regressou agora à competição de forma muito positiva.
No sábado, correu os 400m em 57.34, uma das suas melhores marcas de sempre, que lhe valeu assim o quarto lugar na geral das duas séries. Já no domingo, voltaria à pista para uma participação com objectivos secundários, nos 200m. Ainda assim, de forma muito positiva, classificou-se para a final, tendo-se cotado como a 6ª mais rápida, com 25.58.
Ainda neste Campeonato, pela ADREP, esteve em destaque Ruben Reis, também ele a cumprir a sua primeira época na categoria sub-23. O atleta “palhacense” ficou muito perto do top-10, na corrida dos 3000m obstáculos, classificando-se em 11º lugar, com 10m02s.
Na tentativa de bater o seu recorde pessoal, Ruben Reis encarou de forma corajosa os primeiros dois quilómetros, tendo andado dentro dos 8 primeiros lugares, até essa fase. O entanto, acabaria por ceder algum terreno já na etapa complementar.

Pódios em diversas frentes

Em Coimbra, no sábado, destacaram-se também em provas de pista os atletas, Miguel Vieira e Océane Conceição. Ambos destacados vencedores das corridas de 300m, do Torneio Jovem, organizado pela associação distrital daquela jurisdição.
Já na estrada, a ADREP participou com assinalável destaque na XIV MIlha Urbana de Santo Tirso. O benjamim, Max Taranov, foi o atleta que mais se destacou, vencendo de forma confortável a corrida do escalão de Benjamins B.
Nas restantes provas, os atletas da ADREP conquistaram diversos lugares no top-10, nesta que é uma das milhas urbanas mais concorridas do país.
Em infantis femininos Luísa Pereira e Filipa Soares alcançaram a 9ª e a 22ª posições, respetivamente. Já em iniciados, João Pedro foi 6º classificado, seguido por Fábio Castro na 11ª posição, enquanto José Barbosa foi 5º entre os juvenis.
Nos escalões de veteranos, Alberto Fonte e Hélder Rodrigues alcançaram ambos a 7ª posição, nos escalões de M40 e M60, respetivamente.

segunda-feira, 30 de junho de 2014

ADREP com dois pódios no Campeonato Nacional de Juvenis

A ADREP subiu duas vezes ao pódio no Campeonato Nacional de Juvenis. A equipa de atletismo da Palhaça esteve em destaque durante o fim-de-semana, em Abrantes, com Carla Reis a sagrar-se vice-campeã nacional (2000m obstáculos), e José Barbosa a conquistar a medalha de bronze (1500m).

Carla Reis é vice-campeã nacional

O primeiro grande momento foi protagonizado por Carla Reis. Duas semanas depois de experimentar o seu primeiro pódio nacional, no Olímpico Jovem, a atleta foi ainda mais longe e sagrou-se vice-campeã nacional de juvenis, com uma notável prestação nos 2000m obstáculos.
A jovem aguedense, que representa a equipa da Palhaça, voltou a mostrar assinaláveis progressos, fixando um novo recorde pessoal em 7m34s. Cinco segundos melhor do que o seu anterior
máximo, que então lhe tinha valido a medalha de bronze, no Olímpico Jovem Nacional.
Com grande maturidade, a jovem fundista bairradina geriu a primeira parte da corrida, resguardada em 6º lugar, bastante próxima das suas principais adversárias. Já na segunda metade, a atleta progrediu determinada na classificação e acabou por se impor, na luta pelas medalhas, com o lugar de prata.

José Barbosa conquista bronze

Pouco depois, foi a vez de José Barbosa surpreender os seus adversários, ao intrometer-se nos lugares da frente, depois de uma excelente reacção na parte final de uma corrida muito táctica de 1500m.
A cumprir o seu primeiro ano na categoria de juvenis, o atleta residente na vila da Palhaça, que representa a equipa da sua terra, seguiu integrado no compacto pelotão, durante boa parte da prova. À entrada para a última volta, desferiu um ataque cheio de determinação, que fraccionou o grupo de forma definitiva. Já nos últimos 200m, acabou por ser ultrapassado por dois adversários, mas segurou a medalha de bronze, depois de uma recta final muito disputada, com 4m12s.
O mesmo atleta voltaria à pista na segunda jornada, para ser 2º na série secundária dos 800m. Na geral das três séries, conseguiu o 9º melhor tempo, com 2m00s.

Iniciada com estreia promissora

Outra atleta em destaque foi Océane Conceição. A atleta, pertencente à categoria de iniciadas, teve aqui a sua estreia nacional, entre as melhores juvenis de Portugal. Depois de conseguir os mínimos para este campeonato, na primeira corrida de 300m em que participou, voltou a mostrar um potencial assinalável, ao vencer de forma clara, a segunda de quatro séries, com 44.04.
O forte vento que se fez sentir, particularmente, durante a sua série, acabou por comprometer a qualidade da marca e a classificação final. Ainda assim, esta iniciada foi 15ª, entre 30 participantes.
Prestações assinaláveis, por parte desta nova “fornada” que parece decidida a dar seguimento aos êxitos da equipa da Palhaça, na projecção de atletas para os principais patamares do atletismo nacional.

terça-feira, 24 de junho de 2014

Domínio avassalador no Distrital de Iniciados e Juniores

A ADREP conquistou 22 medalhas, no passado fim-de-semana, nos campeonatos distritais de iniciados e juniores. Uma impressionante marca, fixada pela equipa da Palhaça, numa competição que reuniu, na pista do Luso, os principais atletas aveirenses dos escalões de formação.

Na categoria principal, disputaram os títulos distritais da presente temporada, os melhores juvenis e juniores. Por parte da equipa da Palhaça, o destaque vai desde logo para Joel Conceição, um estreante absoluto, que, após algumas semanas de treino, acabou por ser uma das revelações destes campeonatos. No sábado, sagrou-se campeão aveirense, ao vencer a final dos 100m, com 11.42 segundos. Já no domingo, conquistou o título de vice-campeão, nos 200m (23.70).

Nas corridas de meio fundo, dois juvenis da ADREP mostraram, entre os juniores, o bom momento que atravessam. No sector feminino, Carla Reis pulverizou o seu recorde pessoal, nos 1500m, com 4m55s. Mínimos para os Nacionais de juvenis e juniores. A atleta assumiu as despesas da corrida desde o primeiro metro, acabando premiada com o título de vice-campeã, depois de uma acesa disputa já nos metros finais.
No sector masculino, foi José Barbosa quem voltou a mostrar-se em bom plano, ao conquistar as medalhas de prata e bronze, respectivamente, nas corridas de 800 (2m01s) e 1500m (4m14s).

Nas distância mais curtas, destaque para Daniela Urbano, que esteve por três vezes no pódio, no igual número de provas que disputou. A atleta conquistou as medalhas de bronze nas corridas de 100 (13.37), 200 (28.40) e 400m (63.86).
Quanto às disciplinas técnicas, a protagonista foi Sara Vaz, atleta juvenil, que se sagrou vice-campeã distrital, no lançamento do disco, com 22,22m.

Duplo pódio colectivo

No distrital de iniciados, a ADREP teve algumas figuras incontornáveis. No sector masculino, João Pinto começou por bater toda a concorrência nos 100m barreiras, confirmando aqui o seu favoritismo, com 14.73. E voltou a conquistar o lugar mais alto do pódio, nos 250m barreiras, com 35.88 (novo recorde pessoal). O mesmo atleta conseguiu dois títulos de vice-campeão: no salto em comprimento, com 5,70m (novo recorde pessoal); e nos 80m, com 10.20.
Nas distâncias mais longas, distinguiu-se João Pedro, duplamente medalhado de prata nas corridas de 1500 (5m12s) e 1500m obstáculos (5m04s).

Océane Conceição foi, no sector feminino, a grande protagonista. A atleta venceu, no sábado, os 250m, com 35.63, um novo recorde pessoal. E voltou a conquistar o ouro, no domingo, nos 250m barreiras, com 41.07.
Igualmente entre iniciadas, destacou-se Mafalda Rodrigues, com uma medalha de prata e três de bronze. Foi a 2ª melhor, no salto em comprimento, com 4,45m. Um novo recorde pessoal. E foi terceira classificada, nos 250 (38.54), 80 (11.37) e 80m barreiras (15.56).
Ainda neste sector, nota para a prestação de Luísa Pereira, atleta infantil que coroou os recentes progressos com o título de vice-campeã de iniciadas, ao ser 2ª na corrida de 800m, com 2m43s.

Colectivamente, a ADREP conquistou o pódio, nos dois campeonatos. Em ambos os casos, foi a terceira equipa feminina mais pontuada. Tendo sido a única equipa presente nos pódios de ambas as categorias.

terça-feira, 17 de junho de 2014

Márcia Cardoso (ADREP) conquista prata pela Selecção Nacional

Márcia Cardoso, atleta da ADREP, brilhou ao serviço da Selecção Nacional, no Campeonato do Mediterrâneo, em Marselha (França). Na sua estreia internacional, a atleta não acusou a pressão e trouxe para casa a medalha de prata, conquistada na estafeta de 4x400m.

A atleta da equipa da Palhaça alinhou no primeiro percurso e transmitiu o testemunho na frente da corrida, em aceso despique com a representante da selecção francesa. A jogar em casa, a França acabaria por se superiorizar, nos segundo e terceiro percursos.

A equipa portuguesa ainda viria a recuperar terreno já na etapa final, com a recordista nacional, Cátia Azevedo, a cortar a meta com apenas um segundo de desvantagem, em relação à vencedora. O pódio foi fechado pela Turquia, na 3ª posição.

Com 3m39s, a seleção portuguesa ficou muito próxima do recorde nacional sub-23, com um dos melhores registos de sempre. As protagonistas foram Márcia Cardoso (ADREP), Filipa Martins e Cátia Azevedo (ambas do Sporting) e Andreia Crespo (Srª. Desterro).
No seu primeiro ano na categoria sub-23, Márcia Cardoso consegue assim a sua estreia pela Selecção Nacional, numa competição que envolveu os vários países do Mediterrâneo. A atleta aguedense, que representa a ADREP, regressou a Portugal esta segunda-feira.

Carla Reis medalhada de bronze no Olímpico Jovem Nacional

Carla Reis, atleta juvenil da ADREP, conquistou a medalha de bronze, no Olímpico Jovem, em Lisboa. Em representação da Selecção de Aveiro, a atleta “palhacense” foi a 3ª melhor nos 2000m obstáculos, com 7m39s (recorde pessoal).

Foi a estreia desta jovem atleta da equipa da Palhaça, num pódio nacional, ao nível individual. A atleta, que já tinha sido medalhada nos 4x400m, em 2013, nos Campeonatos de Portugal, atinge agora mais um marcante patamar, cotando-se como uma das principais fundistas nacionais, na sua categoria. Isto, numa prova que reuniu as representantes dos 18 distritos e duas regiões autónomas, de Portugal.

José Barbosa, que participou em representação da Seleção Nacional do Desporto Escolar, ficou a escassos 6 centésimos de segundo da medalha de bronze nos 800m para juvenis, com o atleta da ADREP a ser fortemente prejudicado pelo fato de ter sido relegado para a série B da prova, apesar de possuir um dos melhores tempos entre todos os inscritos. O jovem palhacenses não perdeu a motivação e venceu a sua série com 2’01”11, em contrarrelógio, vendo-se ultrapassado, de forma inglória, pelos 3 primeiros classificados da série principal.

Nos 100m barreiras para iniciados, João Pinto foi 6º na série principal, com 14”67 (próximo do seu recorde pessoal), depois de na véspera ter integrado a estafeta de 4x80m da seleção Aveiro, que alcançou a 5ª posição também na série principal. Nos 1500m obstáculos para iniciados, João Pedro foi 9º classificado com 4’52”61, demonstrando dificuldade em acompanhar o ritmo elevado da prova, mas mesmo assim próximo do seu melhor de sempre.

Pódios e Recordes pessoais no Meeting de Santa Joana

No passado dia 10 de junho, a ADREP participou ainda no Meeting de Santa Joana, na pista da Universidade de Aveiro, tendo os atletas da palhaça subido 9 vezes ao pódio e obtido 3 novos recordes pessoais (como habitualmente, o vento impediu a obtenção de mais recordes pessoais nas provas de velocidade).

Dylan Esteves, vencedor com 1’52”30, e Max Taranov, 2º classificado com 1’56”95, voltaram a dominar a prova de 600m para benjamins, prova em que o estreante Rodrigo Cardoso foi 6º classificado com 2’25”44. Estes 3 atletas participaram ainda no
s 60m, com Dylan Esteves a ser 3º classificado com 9”42, Max Taranov 5º com 9”75 e Rodrigo Cardoso 7º com 9”79. Ainda nos escalões de benjamins, Benedita Silva foi 3ª nos 60m com 10”94 e 2ª nos 600m com 2’35”96. Rafael Silva foi 8º nos 60m para benjamins A com 12”55.
Nas provas para infantis, os atletas da ADREP subiram novamente ao pódio por intermédio de Mariana Duarte que melhorou o seu recorde pessoal nos 1000m por 8 segundos, fixando-o em 3’34”63, marca que lhe valeu a segunda posição. Nos 60m, Micaela Nascimento também alcançou a 2ª posição, com a marca de 8”84. As provas de 80m para iniciados renderam ainda mais 2 medalhas de bronze, por intermédio de João Pinto (9”74) e Mafalda Rodrigues, com novo recorde pessoal de 11”14. Juliana Vieira alcançou a 6ª posição, também com novo recorde pessoal de 11”49.
Nas provas para as categorias principais, a juvenil, Carla Reis venceu de forma destacada a corrida de 800m, com 2m25s. Nota ainda para a 3ª posição de Mário Amorim, na prova de 800m para seniores, com 2’13”93.

Pódios em várias competições de Estrada

A ADREP marcou presença em diversas competições de estrada realizadas nesta última semana. No dia 10 de junho, a equipa de infantis femininos foi a vencedora coletiva no 6º GP Praia de Mira, com 16 pontos, graças aos desempenhos de Adriana Caldeira (4ª classificada), Andreia Cardoso (5ª classificada) e Filipa Soares (7ª classificada). Em infantis masculinos, André Fonte foi 10º classificado, enquanto que na corrida principal Alberto Fonte foi 11º no escalão de veteranos 1 e Hélder Rodrigues 10º classificado em veteranos 3.
Na 2ª Milha Urbana Noturna de Santa Maria da Feira, disputada no dia 14 de junho, a Adrep voltou a subir ao pódio graças ao 3º posto de Gabriela Martins, na prova de infantis femininos.
No passado domingo, dia 15 de junho, a ADREP deslocou-se ao Jardim Oudinot, na Gafanha da Nazaré, conquistando 4 pódios no 22º GP de Atletismo da Rádio Terra Nova. A primeira a subir ao pódio foi Luísa Pereira, 3ª classificada na prova de infantis femininos, apesar da atleta palhacenses ter sido bastante prejudicada por um erro da organização na definição do percurso, que levou a que os atletas percorressem sensivelmente 500m em vez dos 1500m previstos. Na prova de benjamins assistiu-se, mais uma vez, a um acesso despique entre Dylan Esteves e Max Taranov, com os 2 atletas da Adrep a ocuparem os 2 primeiros lugares do pódio, com vantagem para Dylan Esteves.
O último pódio da ADREP foi alcançado por Fábio Castro, vencedor no escalão de iniciados masculinos. Nas provas escolares, característica deste grande prémio, Benedita Silva foi 5ª na prova destinada a alunas do 4º ano de escolaridade, enquanto que o seu irmão, Rafael Silva, foi 13º na prova do 1º ano. Em Veteranos, Hélder Rodrigues foi 23º, sendo o 1º do escalão de veteranos com mais de 60 anos.

terça-feira, 10 de junho de 2014

Márcia Cardoso representa Portugal nos Jogos do Mediterrâneo

Márcia Cardoso, atleta da ADREP, foi convocada para a Selecção que vai representar Portugal nos Jogos do Mediterrâneo. Competição que vai decorrer no próximo fim-de-semana, em Marselha (França).

É a primeira internacionalização desta jovem velocista da equipa da Palhaça, que vê coroados os seus recentes progressos, ao ser escolhida para os 4x400m. Prova na qual fará equipa com com Cátia Azevedo (Sporting), Filipa Martins (Sporting) e Andreia Crespo (Srª. Desterro).

A ADREP volta assim a estar representada ao nível internacional, com mais uma atleta proveniente da sua formação, desta feita numa competição que vai juntar os melhores atletas sub-23, dos vários países do Mediterrâneo.
Já no passado sábado, Márcia Cardoso teve o seu primeiro grande teste da temporada de Verão, classificando-se muito perto do pódio, no Meeting Internacional de Leiria. Foi 4ª na série principal, com 56.38, a escassos 9 centésimos do seu recorde pessoal.

Uma dúzia de pódios no Distrital de Juvenis

Entre os mais jovens, a ADREP esteve também em plano de evidência no Luso, com 12 pódios alcançados, no Campeonato Distrital de Juvenis.
Nesta competição destacou-se particularmente Océane Conceição, atleta ainda iniciada, que bateu as melhores juvenis aveirenses, sagrando-se campeã distrital nas duas provas em que participou: 300m (43.85) e 300m barreiras (49.81). Em ambos os casos, conseguiu os mínimos para o Campeonato Nacional de Juvenis.

Igualmente com dois títulos, brilhou Sara Vaz, vencedora do lançamento do disco, e vice-campeã, no lançamento do peso, com um novo recorde pessoal (9,59m).
Quem também subiu ao lugar mais alto do pódio foi Carla Reis, nos 2000m obstáculos, sagrando-se assim também ela campeã aveirense.
Também no meio fundo, José Barbosa pulverizou o seu recorde pessoal, nos 800m, com 2m00s. O segundo melhor tempo, entre todos os participantes, que lhe valeu a medalha de prata. Já na véspera tinha conseguido o 3º lugar, nos 300m, com 38.56.

Com duas medalhas de bronze, João Pinto foi outra das figuras deste campeonato. No seu primeiro ano de iniciado, impôs-se entre os melhores juvenis nos 100m e no salto em comprimento. Nesta última com novo recorde pessoal (5,59m). Em igual circunstância, Ruslana Savchuk, também ela ainda iniciada, conseguiu as medalhas de bronze nas provas de lançamento de peso e disco.
Colectivamente, a ADREP subiu ao pódio no sector feminino, tendo-se sagrado vice-campeã distrital de juvenis.

segunda-feira, 26 de maio de 2014

ADREP com 12 pódios no Olímpico Jovem Distrital

A ADREP conseguiu 11 pódios individuais e um colectivo, no Olímpico Jovem Distrital. A principal competição do atletismo juvenil, que reuniu, na pista de Aveiro, no passado fim-de-semana, os melhores atletas aveirenses, iniciados e juvenis. Esta competição serviu ainda para seleccionar os atletas que vão integrar a selecção distrital, no Olímpico Jovem Nacional, nos dias 14 e 15 de Junho, em Lisboa.

A equipa da Palhaça deixou bem vincada a sua marca, com quatro medalhas de ouro. Destacou-se desde logo a lançadora juvenil, Sara Vaz, vencedora das provas de lançamento do peso e de martelo.
Nas corridas, Carla Reis, também ela juvenil, subiu igualmente ao mais alto lugar do pódio, após vencer os 2000m obstáculos, em 7m52s. A atleta impôs-se já na última volta, perante as suas adversárias.

João Pinto, entre iniciados, foi também ele medalhado de ouro, desta feita, nos 100m barreiras, com 14.55. Um novo recorde pessoal, batido por larga margem. O mesmo atleta alcançou mais duas medalhas, ao ser 2º, no salto em comprimento (5,78m), e 3º, nos 80m (9.89).

Outro dos protagonistas foi João Pedro, também ele iniciado, duplamente medalhado nesta competição. No sábado, conquistou a prata nos 1500m obstáculos (4m51s), e no domingo, garantiu o bronze, nos 1000m (2m52s).
Ainda nas corridas de meio fundo, José Barbosa, com 2m16s, foi 2º numa corrida muito táctica de 800m, entre juvenis, verdadeiramente discutida nos últimos 300m.
As iniciadas alcançaram os outros dois pódios para a equipa da Palhaça. Juliana Vieira foi 3ª no lançamento do dardo, com a sua melhor marca de sempre (22,54m). Enquanto Mafalda Rodrigues conquistou também ela a medalha de bronze, mas nos 80m, com 11.31.

Muito próximo das medalhas ficou o juvenil, Telmo Nascimento: 4º, nos 800m, e 5º, nos 300m. Bem como a iniciada, Ruslana Savchuk, 5ª classificada, no lançamento do peso, naquela que foi a primeira competição desde que se iniciou na prática desta modalidade. Por fim, o iniciado, Fábio Castro, conseguiu o 6º lugar nos 1500m obstáculos, e o 7º posto, nos 1000m.
Colectivamente, a ADREP foi a 3ª equipa mais pontuada, na classificação masculina.

Escalões principais aquecem motores

Durante o fim-de-semana, outros atletas da ADREP estiveram em acção em provas de preparação. Em Febres, Márcia Cardoso cumpriu com sucesso mais uma das derradeiras etapas da sua preparação específica, com vitórias folgadas nas corridas de 100 e 300m, com 12.57 e 41.63, respectivamente. Enquanto Daniela Urbano foi 2ª, nas mesmas provas, com 13.11 e 45.94.

Em Aveiro, também em provas de preparação, nota para as infantis, Micaela Nascimento e Mariana Duarte, que foram 3ª e 7ª classificadas nos 150m, com 21.34 e 22.96.
Já na categoria principal, nos 1500m, participaram os seguintes atletas: Ruben Reis, 9º com 4m26s; Alberto Fonte, 13º com 4m44s; e Mário Amorim, 14º com 4m48s. No sector feminino, Sara Barreto foi 10ª com 5m36s. Já nos 800m, estiveram Ruben Reis, 7º com 2m09s, Mário Amorim, 10º com 2m11, e Alberto Fonte, 12º com 2m15s.

segunda-feira, 19 de maio de 2014

ADREP com vários pódios nacionais e distritais

A equipa de atletismo da ADREP voltou a estar em bom plano, no último fim-de-semana, com vários pódios distritais e nacionais. José Barbosa foi a grande figura, ao conquistar a medalha de prata, em Lisboa, no Campeonato Nacional de Desporto Escolar, em representação do IPSB.

Com uma assinalável ponta final, o atleta da Palhaça sagrou-se vice-campeão nacional, nos 1500m, com o seu melhor tempo de sempre: 4m10s. Mínimos para o nacional de juvenis, e muito próximo dos juniores.
José Barbosa voltou à pista no domingo, para se “desforrar” e vencer a prova de 1000m, batendo o seu recorde pessoal, com 2m38s, relegando Romeu Gomes (vencedor dos 1500m) para a segunda posição. Esta prova de 1000m contou unicamente para a componente colectiva destes campeonatos.

A ADREP participou ainda, em Aveiro, no Campeonato Distrital de Benjamins. Neste particular, destaque para Max Taranov e a Dylan Esteves, com 3 títulos em benjamins “B”, aos quais se somaram um conjunto de recordes pessoais.
No sábado, Max Taranov estreou-se a vencer no comprimento, com 3,91m (ventosos). Pouco depois, o atleta palhacense voltou a conquistar uma medalha de ouro, desta vez nos 600m, com um novo recorde: 1m54s.
A jornada de domingo rendeu à ADREP mais 3 medalhas. Duas conquistadas por Dylan Esteves, que venceu os 150m, com 22.94, e foi 3º nos 60m com 9.59. Max Taranov, por sua vez, conquistou a medalha de bronze, nos 150m, com 23.45. Ainda nesta distância, João Santos alcançou o 10º posto (25.95) e, no setor feminino, Benedita Silva foi 11ª (28.29). Rafael Silva, por sua vez, foi 7º, entre benjamins “A”, nos 120m, com 28.21. 
Nos 60m, Max Taranov foi  5º, com 9.94 e João Santos, 7º, com 10.25. Na mesma distância, Benedita Silva foi 7ª, com 11.33. E nos 50m, Rafael Silva foi 12º, com 11.91. Coletivamente, a ADREP alcançou a 4ª posição, no setor masculino, apenas 1 ponto do pódio.

Paralelamente, alguns dos atletas mais velhos participaram nas provas extra, com novos recordes pessoais. Nos 250m, em femininos, estiveram Mafalda Rodrigues (2ª/ 38.03) e Juliana Vieira (3ª/ 38.80). Nos masculinos, participaram João Pinto (2º/ 32.95), Fábio Castro (7º/ 33.66) e João Pedro (8º/ 35.00). Ainda na velocidade, Micaela Nascimento foi 3ª, nos 150m, para infantis, com 21.29.
Nas distâncias mais longas, a ADREP esteve ainda representada nos 1000m, com Adriana Caldeira (3ª/ 3m42s), Gabriela Martins (5ª/ 3m48s), Andreia Cardoso (6ª/ 3m50s) e Filipa Soares (9ª/ 4m13s). A primeira e a quarta deste grupo “palhacense”, bateram mesmo os seus recordes.
Telmo Nascimento foi 4º na prova de 800m, para juvenis, juniores e seniores, com 2m09s. Enquanto João Pinto se estreou nos 250m barreiras, com uma vitória, em 35.94.

A ADREP esteve ainda em acção com parte da sua equipa feminina na Marinha Grande, para uma primeira abordagem competitiva ao nível nacional.
Márcia Cardoso venceu a sua série, nos 400m, com a 2ª melhor marca (58.59) da geral. Ainda na velocidade, Daniela Urbano foi a 5ª da sua série, nos 100m, com 13.26. Nas distâncias mais longas, Sandra Leitão foi a 4ª mais rápida, nos 3000m marcha. Enquanto a juvenil, Carla Reis, foi 8ª nos 1500m, com 5m08s. Por fim, no lançamento do disco, Sara Vaz, também ela juvenil, foi 9ª, com 21,34m.